Universidade de Coimbra é a instituição de ensino superior mais sustentável em Portugal

* Texto publicado originalmente no site Jornal Económico

Apesar de não constarem no top 100, também as universidades de Aveiro (UA), a do Minho (UMinho) e a NOVA de Lisboa (NOVA) constam no ranking

A Universidade de Coimbra (UC) é a 62.º instituição mais sustentável – e a única portuguesa no top 100 – no ranking mundial elaborado pelo “Times Higher Education” (THE). Esta avaliação classifica as universidades consoante o seu cumprimento dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas, com base nas áreas de ensino, investigação e gestão das instituições.

De acordo com a nota oficial, os objetivos em que se evidenciou foram de Saúde e Bem-estar (em 17º lugar), Vida Marítima, Erradicação da Pobreza, Indústria, Inovação e Infraestruturas e Parcerias para a Implementação de Objetivos. No 3º ODS de Saúde e Bem-estar, “foi determinante o contributo da UC para o Serviço Nacional de Saúde e o facto da instituição “ser uma das poucas a nível mundial a prestar serviços médicos a toda a comunidade académica”.

Na lista completam, surgem outras instituições portuguesas, como a Universidade de Aveiro (UA), a Universidade do Minho (UMinho) e a Universidade NOVA de Lisboa (NOVA), em 101º lugar.

A Universidade de Aveiro (UA) obteve uma classificação de 82,2%, e a 11ª posição no 15º ODS, relativo a proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação, deter e reverter a degradação da terra e deter a perda de biodiversidade.

Para a edição deste ano, participaram 766 universidades de 85 países diferentes. O primeiro e o segundo lugar no ranking mundial, ficaram respetivamente para a Universidade de Auckland, na Nova Zelândia, e para a Universidade de Sydney, na Austrália.