abr
20

LISBOA DUPLICA PASSAGEIROS DE CRUZEIROS NO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2018

Lisboa duplica passageiros de cruzeiros no primeiro trimestre de 2018

Dados da Administração do Porto de Lisboa mostram um crescimento de 103% do número de passageiros que chegaram à capital (52.583), face aos 29.908 registados no período homólogo de 2017.

A cidade de Lisboa registou o dobro de passageiros de cruzeiro no primeiro trimestre de 2018, face a igual período do ano passado. O relatório do Porto de Lisboa revela, também, que as escalas aumentaram 79%, para 34.

O número de passageiros que chegaram a Lisboa foi de 52.583, mais do dobro (29.908) que se registaram no priemiro trimestre de 2017, o que significa um aumento de 103%.

Este valor recorde deve-se principalmente ao incremento de 419% de passageiros em turnaround, ou seja, que iniciaram e terminaram a sua viagem na capital portuguesa.

No primeiro trimestre de 2018 houve aumento de 1.229 de passageiros em viagens de cruzeiro de ida e volta a Lisboa, quando no mesmo período de 2017 tinham-se registado apenas 237. O número de passageiros em trânsito também duplicou subindo dos 25.671 no primeiro trimestre do ano passado, para os 51.354 entre janeiro e março de 2018.

Um aumento que de acordo com o Porto de Lisboa, “explica-se pelas 30 escalas em trânsito neste trimestre, contra as 17 do primeiro trimestre do ano passado”.

No próximo trimestre, o Porto de Lisboa espera receber 115 escalas e 171.000 passageiros.

Em fevereiro de 2018, um estudo realizado pelo Observatório do Turismo de Lisboa (OTL) em conjunto com a Administração do Porto de Lisboa (APL) indicava que a capital de Portugal era recomendada como destino turístico e ponto de passagem de cruzeiro por 100% dos inquiridos.

O povo britânico foi quem mais visitou Portugal em 2017, (40,5%). Já Espanha ocupava o segundo lugar, com a maior subida de passageiros (22,1%) comparativamente a 2016 (11,3%). O top-3 fechava com os cidadãos de nacionalidade alemã, com 12,9% dos passageiros face aos 10,6% de 2016.

Fonte:Jornal Econômico