O Conselho de Ministros optou por adiantar a finalização da Ligação Ferroviária de Alta Velocidade (LAV) entre Lisboa e Madrid para o ano de 2034, em colaboração com Espanha.

O projeto visa fornecer uma opção ferroviária competitiva em comparação com viagens aéreas, com o objetivo de alcançar os seguintes tempos de viagem:

  • Porto-Lisboa: 1 hora e 15 minutos
  • Lisboa-Madrid: 3 horas
  • Porto-Vigo: 50 minutos

De acordo com o governo, a Ligação Ferroviária de Alta Velocidade (LAV) oferece uma alternativa competitiva aos voos diários, reduzindo a necessidade de aproximadamente 40 voos entre Lisboa e Madrid e cerca de 20 voos entre Porto e Lisboa.

A decisão recente do governo de acelerar a construção da Ligação Ferroviária de Alta Velocidade (LAV) entre Lisboa e Madrid é motivada pela necessidade de descarbonizar o setor de transportes, promovendo a transição para modos de transporte mais eficientes em termos energéticos, e impulsionando o desenvolvimento econômico, bem como a coesão territorial e social.

Além disso, a LAV está alinhada com o Programa Nacional de Investimentos 2030 e o Plano de Trabalho do Corredor Atlântico. O Corredor Atlântico tem como missão principal otimizar a infraestrutura ferroviária existente sem a necessidade de investimentos adicionais, através de uma gestão centralizada da capacidade, do tráfego e do relacionamento com os clientes. Essa iniciativa também impulsionará de maneira significativa o setor ferroviário em Portugal.

Menu